Disciplinas

Planejamento e Gestão Estratégica de Recursos Humanos


Disciplina: EAD5901-6

Área de Concentração: 12139

Número de Créditos: 8

Carga do curso:

Teórico
(Por semana)
Prática
(Por semana)
Estudos
(Por semana)
DuraçãoTotal
42215120
Objetivos:
Analisar os conceitos e valores da administração estratégica e da gestão de recursos humanos, destacando o seu potencial como instrumento para realizar mudanças organizacionais e dar resposta aos crescentes desafios que se colocam à Gestão das Pessoas no ambiente empresarial. Estudar a importância do fator humano e de sua gestão na Competitividade, em seus diversos níveis. Fornecer aos participantes a possibilidade de adquirir conhecimentos abrangentes na área de R.H e de desenvolver postura profissional voltada para uma atuação efetiva em conjunturas mutáveis e ambientes turbulentos.

Justificativa:
JUSTIFICATIVA:

PRÉ-REQUISITOS:

É desejável que os participantes tenham conceitos básicos de Planejamento e Gestão Estratégica e de Fundamentos de Gestão de Pessoas.

ESTRATÉGIAS DE ENSINO/TIPO DE AULA:
• Exposições dialogadas
• Seminários
• Discussões de textos e de casos
• Trabalhos em grupo
• Trabalho de campo

RECURSOS DIDÁTICOS:
• Projeções
• Filmes
• Flip-charts


O conceito final de participação no curso incluirá a avaliação do trabalho individual (50%) e a avaliação da participação em aula e seminários (50%).


Conteúdo:
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO


CRONOGRAMA
Aula Data Conteúdo Bibliografia e as Referencias Básicas
1a. Gestão Estratégica de Pessoas: Conceito, Evolução e Visão
3 e 11
2a. Análise do Ambiente Organizacional 3
6 – Cap. 2
3a. A Análise das Capacidades Internas 12 – Cap. 3
4a. A Integração da Estratégia de Gestão de Pessoas na Estratégia Organizacional 3 e 8
5a. Estratégias Genéricas na Gestão de Pessoas 2

6a. Estratégia de Gestão de Pessoas frente à Transformação do Processo e do Mercado de Trabalho 6 – Cap. 5
7a. Treinamento, Desenvolvimento e Educação: Desafio na Estratégia Organizacional 10 – Cap. 9
7 – Cap. 7, 8 e 9

8a. Remuneração Estratégica e Governança Corporativa 10 – Cap. 7
6 – Cap. 8
9a. A Integração Estratégica entre Inovação e Gestão de Pessoas 6 – Cap. 13
10a. Participação, Comprometimento e “Empowerment” no Processo de Gestão Estratégica 3, 10 – Cap. 8

11ª Avaliação de Resultados da Gestão de Pessoas 5 e 8
12a. Características da Gestão Estratégica de Pessoas para as Organizações Internacionalizadas 6 – Cap. 12

13ª. Tendências e Perspectivas da Gestão de Pessoas nas Organizações 9 – Cap. 2 e
Ref. 4
14ª. Apresentação de Trabalhos
15ª. Apresentação de Trabalhos

Avaliation methods:

Notas:

Bibliografia:


7.1. BÁSICA

1. ALBUQUERQUE, L. G. – Participação dos Empregados nos Lucros ou Resultados das Empresas: Questões para Reflexão – Revista de Administração da USP, Vol. 26(2), Abril/Junho, 1991.
2. ALBUQUERQUE, L. G. – Estratégia de Recursos Humanos e Competitividade In: Administração Contemporânea – Perspectivas Estratégicas. (Org.) FALCÃO, M. M. V. e OLIVEIRA, L. M. B. Editora Atlas, São Paulo, 1999.

3. ALBUQUERQUE, L. G. – A Gestão Estratégica de Pessoas. In: As Pessoas na Organização. (Coord.) FLEURY, M. T. Editora Gente, São Paulo, 2002.

4. ALBUQUERQUE, L. G.; FISCHER, A. L. – Trends of the Human Resources Management Model in Brazilian Companies: A Forecast According to Opinion Leaders from the Area. The International Journal of Human Resource Management, UK, v. 16, n. No. 7, p. 1211-1227, 2005.

5. ALBUQUERQUE, L. G.; LACOMBE, B. M. B. – Avaliação e Mensuração de Resultados em Gestão de Pessoas: Um Estudo com as Maiores Empresas Instaladas no Brasil. RAUSP. Revista de Administração, v. 43, p. 5-16, 2008.

6. ALBUQUERQUE, L. G. [(Org.) e Pitombo, Nildes – Gestão Estratégica de Pessoas. FEA-USP, São Pulo, 2009.

7. BORGES-ANDRADE, J. E.; ABBAD, G. S.; MOURÃO, L. (Org.) – Treinamento, Desenvolvimento e Educação em Organizações e Trabalho: Fundamentos para a gestão de Pessoas. Editora Artmed / Bookman, Porto alegre, 2006.

8. COUTINHO, A. R. e KALLÁS, D. (Org.) – Gestão Estratégica – Experiências e Lições de Empresas Brasileiras. Editora Campus / Elsevier, Rio de Janeiro, 2005.

9. GRAMINGNA, M. R. – Modelo de Competências e Gestão de Talentos. Pearson Prentice Hall, São Paulo, 2007.

10. HANASHIRO, D. M. M.; TEIXEIRA, M. L. M.; ZACCARELLI, L. M. (Org.) – Gestão do Fator Humano: Uma Visão Baseada em Stakeholders. Editora Saraiva, São Paulo, 2007.

11. MASCARENHAS, A. O. – Gestão Estratégica de Pessoas: Evolução, Teoria e Crítica. Cengage Learning, São Paulo, 2008.

12. ULRICH, D. (Org.) – Recursos Humanos Estratégicos. Editora Futura, São Paulo, 2000.

7. 2. COMPLEMENTAR

1. ALBUQUERQUE, L. G. – Administração Participativa – Modismo ou Componente de um Novo Paradigma de Gestão? - Revista Brasileira de Administração Contemporânea, Rio de Janeiro, 1995.

2. ALBUQUERQUE, L. G. e FISCHER, A. L. - RH-2010 – Tendências na Gestão de Pessoas, Anais do ENANPAD, Campinas, 2001.

3. ANTHONY, W. P., PERREWÉ, P. L., KACMAR, K. M. – Strategic Resource Management, Harcourt Brace & Company, 1996.

4. ARRUDA, C. (Coord.) et al. – Pesquisa sobre a internacionalização da empresa brasileira. Fundação Dom Cabral, julho de 2007. Disponível no site: www.fdc.org.br

5. BAIRD, L.; TUDEN, L. & BRISCOE, J. – World Class Executive Development, Human Resource Planning, Vol. 17, No. 1, 1994.

6. BASS, B. M. – Continuity and Change in the Evolution of Work and Human Resource Management, Human Resource Management, Vol. 33, No. 1, 1994.

7. BECKER, B. E.; HUSELID, M. A. & ULRICH, D. – Gestão Estratégica de Pessoas com Scorecard, Editora Campus, Rio de Janeiro, 2001.

8. BRIDGES, W. – Um Mundo sem Empregos – JobShift – Os Desafios da Sociedade Pós-Industrial, Makron Books Editora Ltda., São Paulo, 1995.

9. BOSQUETTI, M. A.; PAROLIN, S. R. H.; ALBUQUERQUE, L. G.; SANTOS, M. R. – Gestão Estratégica de Recursos Humanos em Ambiente de Redes de Inovação: um Estudo de Caso da Líder Mundial na Área de Biotecnologia em Produção de Enzimas. Anais do XXIV Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica. ANPAD: Gramado/ RS, 2006 (CD-ROM).

10. CASADO, T. – Comportamento organizacional: fundamentos para a gestão de pessoas. In: R. C. Santos (Org.). Manual de gestão empresarial – conceitos e aplicações nas empresas brasileiras, pp. 212-233. São Paulo: Editora Atlas, 2007.

11. CASADO, T. – O indivíduo e o grupo: a chave do desenvolvimento. In: FLEURY, M.T. L. [at al]. As pessoas na organização. São Paulo: Editora Gente, p. 235 – 246, 2002.

12. DAVEL, E.; VERGARA, S. C. (Orgs). – Gestão com Pessoas e Subjetividade. São Paulo: Editora Atlas, 2001.

13. DERTOUZOS, M. L.; LESTER, R.K. & SOLOW, R. M. – Made in America: Regaining the Productive Edge, MIT – Comission on Industrial Productivity – Harper Collins Publishers, 1990.

14. DESSLER, Gary – Conquistando Comprometimento – Como Construir e Manter uma Força de Trabalho Competitiva, Makron Books, São Paulo, 1997.

15. DOUGLAS, J.; KLEIN, S. & HUNT, D. – The Strategic Management of Human Resources, John Wiley & Sons, New York, 1985.

16. DUTRA, J. S. – Administração de Carreiras – Uma Proposta para Repensar a Gestão de Pessoas, Capítulos 3 e 4. Editora Atlas, São Paulo, 1996.

17. DUTRA, J. S.; FLEURY, M. T. L.; RUAS, R. (Org.) – Competências: Conceitos, Métodos e Experiências. Editora Atlas, São Paulo, 2008.

18. DYER, L. – Bringing Human Resources into the Strategy Formulation Proccess, Human Resources Management, 22(3):257-71.

19. ERBACHER, D., D’NETTO, B. e ESPAÑA, J. – Expatriate Success in China: Impact of Personal and Situational Factors. Journal of American Academy of Business, Cambridge, v. 9, n. 2, p. 183, sep. 2006.

20. EVANS, P. A. L. – The Strategic Outcomes of the Human Resource Management, 25(1):146-67, 1986.

21. FERNANDES, R. (Org.) – O Trabalho no Brasil no Limiar do Século XXI, ABET - LTR Editora Ltda., São Paulo, 1995.

22. FLEURY, A. e FLEURY, M.T.L. – Aprendizagem e Inovação Organizacional - As Experiências do Japão, Coréia e Brasil, Editora Atlas, São Paulo, 1995.

23. FISCHER, A. L. – Um Resgate Conceitual e Histórico dos Modelos de Gestão de Pessoas. In: FLEURY, M. T. L. [at al]. As pessoas na organização. São Paulo: Editora Gente, 2002.

24. FIROZ, N. M. e RAMIM, T. – Understanding Cultural Variables is Critical to Success in International Busines. International Journal of Management, v. 21, n. 3, p. 307, set. 2004.

25. FITZ-ENZ, J – How to Measure Human Resources Management, McGraw-Hill Book Company, New York – USA, 1984.

26. FITZ-ENZ, J. – Retorno do Investimento em Capital Humano, Makron Books, São Paulo, 2001.

27. JONASH, R. S. – O valor da inovação: como empresas mais avançadas atingem alto desempenho e lucratividade. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

28. LEEDE, J. De; LOOISE, J. K. – Innovation and HRM: towards an integrated framework. Creativity and Innovation Management, v. 14, n. 2, p. 108-117, 2005.

29. LIMONGI-FRANÇA, A. C. – Liderança, poder e comportamento organizacional. In: FLEURY, M.T. L. [at al]. As pessoas na organização. São Paulo: Editora Gente, p. 259 – 269, 2002.

30. LOOISE, J.C.; van RIEMSDYJK, M. – Innovating Organizations and HRM: A Conceptual Framework. Management Review, v. 15, n. 3, p. 277-288. 2004.

31. NOGUEIRA, A.J. F.M. – Gestão estratégica das relações de trabalho. In: FLEURY, M.T. (Org.) As pessoas na organização. São Paulo: Editora Gente, 2002.

32. OLIVA, E. C.; ALBUQUERQUE, L. G. – Sistema de Remuneração de Executivos e Conselheiros como Suporte à Estrutura de Governança Corporativa. Base (UNISINOS), v. 4, p. 61-73, 2007.

33. PASTORE, J. – As mudanças no mundo do trabalho. São Paulo: LTR, 2006.

34. POCHMANN, M. – O trabalho sob fogo cruzado. São Paulo: Editora Contexto, 2002.

35. SBRAGIA, R. (Org.); STAL, E.; CAMPANÁRIO, M.; ANDREASSI, T. – Inovação: como vencer esse desafio empresarial. São Paulo: Clio Editora, 2006.

36. ULRICH, D. – Os Campeões de Recursos Humanos, Editora Futura, São Paulo, 1998.

37. VERGARA, S. C. – Gestão de Pessoas. São Paulo: Editora Atlas, 2003.

38. VROOM, V. H. – Gestão de Pessoas, Não de Pessoal, Tradução de Ana Beatriz Rodrigues e Priscilla Martins Celeste, Editora Campus, Rio de Janeiro, 1997.

39. WICK, C.W. & LÉON, L.S. – From Ideas to Action Creating a Learning Organization, Human Resource Management, Vol. 34, No. 2, 1995.

40. WOOD, S – Administração Estratégica e Administração de Recursos Humanos, Revista de Administração da USP, Vol. 27(4), Outubro/Dezembro, 1992.

41. WOOD, T.; PICARELLI, V. – Remuneração Estratégica - A Nova Vantagem Competitiva, Editora Atlas, São Paulo, 1995.