Depois

Relatório de Intercâmbio

A elaboração e a entrega do relatório de intercâmbio é obrigatória, por determinação da Comissão de Graduação da FEA. O relatório deverá ser encaminhado para a CCInt FEA via email (ccintfea@usp.br) até o final da 2ª semana de aula do semestre posterior ao intercâmbio. A CCInt FEA fornecerá um modelo para esse relatório.

Aproveitamento dos créditos cursados no exterior

Optativas Livres

Procedimento automático: a CCInt FEA encaminhará a documentação do intercambista para a respectiva Coordenação do Curso que procederá a validação dos créditos. Não requer qualquer ação do estudante.

Equivalência de Obrigatórias e Optativas Eletivas

O estudante interessado em obter equivalência de determinada(s) disciplina(s) cursada(s) durante o intercâmbio deverá iniciar o processo na Seção de Alunos, preenchendo requerimento e apresentando a documentação solicitada: histórico escolar da instituição estrangeira e conteúdo programático de cada disciplina. A solicitação será analisada pela Coordenação de Graduação do respectivo curso.

Maiores informações em: https://www.fea.usp.br/administracao/graduacao/aproveitamento-de-estudos

Paralelamente, o estudante também deverá comunicar a CCInt FEA a respeito da(s) disciplina(s) que pretende solicitar equivalência, a fim de evitar a duplicidade de aproveitamentos.

Conversão de créditos

Conforme decisão da Comissão de Graduação da FEA, para fins de conversão 1 crédito USP será igual a 1,5 ECTS (sistema de créditos europeus). Para quem não estudar na Europa, a conversão será baseada na carga horária de cada disciplina, sendo 1 crédito USP equivalente a 15 horas-aula.

A conversão ocorre por disciplina, utilizando-se a regra de arredondamento, caso necessário. Por exemplo:

                        6 ECTS = 4 créditos USP

                        5 ECTS = 3 créditos USP (3,33)

                        4 ECTS = 3 créditos USP (2,67)

                        3 ECTS = 2 créditos USP

                        2 ECTS = 1 crédito USP (1,33)

Não existe conversão de notas, mas apenas de créditos. Portanto notas obtidas no exterior não entram no cálculo da média ponderada.

Eventuais disciplinas reprovadas durante o intercâmbio também constarão no histórico escolar - mas apenas sem os créditos. Não aparecerá a letra R no Jupiter, nem isso impactará no cálculo da média ponderada.

Exemplo:

O estudante que retornar do intercâmbio não tendo obtido crédito algum terá registrada tal situação no campo “Observações” de seu Histórico Escolar e terá sua matrícula cancelada no semestre em que cursou disciplinas no exterior.