Com inovações, Feira de Recrutamento e Carreira tem boa presença de público

Na última semana foi realizada a 11ª Feira de Recrutamento e Carreira, organizada anualmente pela FEA júnior USP.

Rodrigo Dias Gomes

Recrutamento e CarreiraFoi realizada na última semana a 11ª Feira de Recrutamento e Carreira, organizada anualmente pela FEA júnior USP. O evento reuniu mais de 25 empresas, atuantes em diversas áreas, como consultoria, finanças e bens de consumo. A feira atraiu um grande número universitários de diferentes cursos e faculdades, possibilitando a eles o contato com marcas renomadas do mercado de trabalho, além da oportunidade de conhecer os programas para estagiários e trainees.

Durante dois dias, palestras e workshops abordaram temas de grande importância no mundo empresarial, desde conceitos básicos de finanças a questões fundamentais para a projeção de carreira, e auxiliaram no esclarecimento de dúvidas comuns aos jovens ingressantes no mercado, como a elaboração do currículo. Além disso, os estudantes presenciaram dinâmicas em grupo e simulações de processos seletivos nos working days.

A tônica das discussões realizadas nas palestras foram as mudanças que vêm ocorrendo em processos de seleção de estagiários. "O mercado mudou, e as empresas querem saber se os jovens realmente têm aderência aos valores da organização. Algumas já não colocam como prioridade a faculdade que o trainee faz, ou quantos idiomas possui", diz Daniele Mendonça, gerente da Across, empresa parceira do evento e atuante na área de consultoria em desenvolvimento organizacional.

Contato de estudantes com grandes empresas traz resultados concretos

A feira foi uma oportunidade de apresentação das empresas aos estudantes, já que algumas não trabalham diretamente com o consumidor final. "Nós temos dois objetivos aqui: divulgar nossa marca e apresentar oportunidades de estágio", conta Andressa Cardoso, representante da Nielsen, empresa renomada na área de gestão de pessoas. "O retorno é muito positivo, e por isso estamos voltando aqui ano após ano", completa.
Recrutamento
Os resultados, de fato, têm sido satisfatórios. A Philips, por exemplo, contratou 4 universitários em razão da última feira, realizada em 2011. Para Ane Mignoli, gerente de eventos da FEA júnior, o público é o grande diferencial da feira: "Os alunos vão aos estandes realmente interessados nos estágios, e não só nos brindes que são distribuídos", relata Ane. Segundo ela, esse comportamento dos estudantes é essencial para o crescimento da feira, e já existem planos de expansão do evento para áreas maiores.

A organização recebeu elogios tanto das empresas participantes quanto dos visitantes. Neste ano, o sistema de código de barras evitou filas na entrada das palestras, e houve um acréscimo de 100 metros quadrados em relação ao ano passado. "O ponto forte foi a abrangência de empresas qualificadas, o que nos possibilitou entender o funcionamento delas", conta Bruno Soares, aluno de gestão empresarial da Fatec, que visitou o evento. Os jovens tiveram participação ativa em todas as palestras e nos estandes, e o número de visitantes foi grande em comparação aos últimos anos.

Recrutamento

A Andrade Gutierrez, referência no mercado de infraestrutura no Brasil, foi eleita pelos estudantes a empresa com participação mais efetiva na feira, além do melhor estande. O prêmio de melhor empresa para atuação no ramo de negócios ficou com a Bain & Company, consultoria empresarial de alcance global.

Os visitantes ainda participaram de uma palestra com o jornalista Caco Barcellos, da Rede Globo. Ele contou um pouco da sua trajetória de quase 40 anos na profissão, desde o passado como taxista até as perigosas coberturas de guerras. Caco enfatizou que o uso de ferramentas adquiridas ao longo da vida é fundamental para uma carreira de sucesso, e lembrou-se de três palavras muito repetidas por seu pai, e que são indispensáveis para qualquer profissional: vergonha na cara.


Data do Conteúdo: 
terça-feira, 29 Maio, 2012

Departamento:

Sugira uma notícia