Case de marketing sobre nióbio leva alunos da FEA a Berlim

Breno Queiroz

 

Pouco conhecido pelos brasileiros, o nióbio é um dos metais não-ferrosos utilizados na produção de baterias e carros elétricos. Maleável, resistente à corrosão, de densidade baixa e capaz de gerar ligas mais leves, o nióbio é crucial para estruturas em que o peso é determinante para o gasto energético, como no caso dos automóveis movidos a eletricidade.

 

Durante a aula de Planejamento e Controle de Marketing que ministra na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP (FEAUSP), o professor Lino Nogueira, do departamento de Administração, propôs um desafio a seus alunos: desenvolver um plano estratégico de comunicação e marketing com o objetivo de disseminar entre o público a utilidade do nióbio. O case deveria ter formato de competição.

 

A convite da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM), a maior produtora de nióbio do mundo, sediada em Araxá (MG), o case vencedor seria apresentado em um dos workshops da 2019 BMW i Berlin E-Prix, evento da Fórmula E realizado em Berlim, que incorpora além da corrida, diversas exibições sobre tecnologia e inovação. A CBMM é patrocinadora da Formula E, competição exclusiva de carros elétricos.

 

Apesar de abundante no território brasileiro, o nióbio não é muito divulgado. Por isso, o desafio do grupo era aumentar o “awareness” — o conhecimento geral do público sobre o metal e seus usos na indústria automotiva. O case escolhido foi o do grupo de alunos formado por Isabella Spadoni, Arthur Mendonça e Julia Köpf, que ganharam a oportunidade de viajar para a capital alemã em maio passado e participar do evento, às custas da CBMM.

 

O plano de comunicação vencedor focou em duas coisas. Primeiro, houve uma preocupação de trabalhar a comunicação digital fortalecendo a credibilidade da informação. “Hoje em dia, a gente vê muitos sites de blogueiros amadores, que disseminam informações nem sempre confiáveis”, justificou Isabella Spadoni. Depois, o grupo buscou criar algo que despertasse a curiosidade no consumidor final, para impulsionar o uso da matéria-prima em toda cadeia produtiva: uma corrida. 

 

O grupo idealizou, então, uma arena de kart, onde os carros teriam estrutura de nióbio e poderiam ser alugados, para experiência do consumidor. O plano previa um grande evento de lançamento, que traria figuras de destaque na Fórmula E, como Lucas Di Grassi, piloto brasileiro campeão da temporada 2016-17. Perguntada se a empresa daria continuação à sua ideia, Isabella Spadoni respondeu: “Eles gostaram muito e se dispuseram a manter contato”.

 

   

 

Data do Conteúdo: 
segunda-feira, 1 Julho, 2019

Departamento:

Sugira uma notícia