70 anos da FEA: começam os preparativos

CAPA | FEA por FEA

FEA 70 anos

A Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP (FEAUSP) irá comemorar seus 70 anos com uma série de atividades ao longo de 2016. A programação está sendo planejada por uma comissão nomeada pelo diretor Adalberto Fischmann. Presidida pelo professor José Afonso Mazzon, do departamento de Administração (EAD), a comissão vem se reunindo desde o início de março para definir as ações comemorativas, atividades e o calendário. 


Entre os projetos discutidos, um que vem ganhando força é a realização de um grande evento de confraternização entre as diversas gerações de alumni da FEA, formados em seus quatro cursos: Economia, Administração, Contabilidade e Atuária. O encontro deverá ser organizado pelo FEAalumni, um programa criado em 2006 com o objetivo de estreitar o relacionamento da instituição com seus ex-alunos e identificar o perfil dos profissionais formados na Faculdade. O programa mantém um portal (www.alumni.fea.usp.br) onde os egressos se cadastram e atualizam seus próprios dados. Até o momento, já se registraram cerca de 8 mil alumni. 


Outras propostas analisadas são a realização de uma série de palestras com personalidades de destaque no cenário nacional, relacionadas às áreas de ensino da Faculdade, além da promoção de eventos culturais com patrocínio externo. Já existe um projeto cultural que prevê a montagem de uma exposição permanente na FEA com artistas brasileiros contemporâneos, além da edição de um livro histórico. A mostra reuniria sete obras de arte inspiradas no livro do sociólogo e filósofo francês Edgar Morin: “Os sete saberes necessários para a educação do futuro”.


Comemorando também 70 anos de fundação, que serão completados em junho deste ano, o Centro Acadêmico Visconde de Cairu (CAVC) lançou no final do ano passado o livro “Tradição e Utopia – 70 anos de história do CAVC”, um trabalho de pesquisa inédito elaborado pelo professor Flávio Saes e o economista e historiador Roney Cytrynowicz. 

 

Comissão 70 anos FEAUSP

Sete décadas após sua criação, a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP (FEAUSP) mantém sua liderança no ensino e na produção científica em suas quatro áreas: Economia, Administração, Contabilidade e Atuária. Sua excelência é reconhecida além das fronteiras do Brasil, comprovada por meio dos rankings acadêmicos internacionais que colocam a instituição entre as melhores da América Latina no ensino superior. 


Para marcar seus 70 anos, completados em janeiro, a FEA está planejando realizar diversas atividades ao longo de 2016, que têm por objetivos, entre outras coisas, fortalecer sua identidade, tornar a FEA mais conhecida, mobilizar a comunidade feana,  estabelecer uma agenda para o futuro, mostrar a FEA integrada com o desenvolvimento do país e evidenciar a FEA como centro de excelência em pesquisa e ensino.


O diretor da Faculdade, professor Adalberto Fischmann, nomeou recentemente uma comissão, presidida pelo professor José Afonso Mazzon, do departamento de Administração (EAD), que está encarregada de definir as atividades e o calendário dos eventos. Integram a comissão os professores Valmor Slomski , do departamento de Contabilidade e Atuária (EAC), Ana Carolina Rodrigues do departamento de Administração (EAD), e Simão Davi Silber, do departamento de Economia (EAE). 


A FEA está planejando organizar um encontro de gerações de formandos, num grande evento de confraternização. Uma das sugestões é a de realizar esse encontro na Sala São Paulo, onde haveria uma apresentação exclusiva da OSESP (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo) e, em seguida, um coquetel para os alumni. Também se apresentariam na mesma ocasião, ou em outro momento, talentos musicais da FEA, ex-alunos ou professores que possuam habilidades na área musical.


Estão previstas ainda atividades culturais que possam atrair o público externo, como uma exposição de arte permanente. Já existe um projeto inspirado nos pensamentos do filósofo francês Edgar Morin, que teria como carro chefe uma mostra de obras de arte de grandes proporções assinadas por artistas contemporâneos, que seriam espalhadas pela FEA. 


As obras fariam referência aos “sete saberes” de Morin (uma obra que critica as falhas da educação e propõe novos caminhos para a formação das futuras gerações) e cada uma delas marcaria simbolicamente uma década de aniversário da instituição, totalizando sete marcos. Esse mesmo projeto, com captação de recursos pela Lei Rouanet, prevê ainda a edição de um livro bilíngue (português e inglês) que retrataria a exposição e a história da FEA, a ser distribuído gratuitamente. 


Outras sugestões estão sendo avaliadas, tais como a criação de um totem simbolizando os 70 anos da FEA a ser colocado na frente da Faculdade de forma a chamar a atenção de quem passa. Além disso, seria montado no hall de entrada um grande painel de fotos antigas da FEA retratando numa linha do tempo os principais momentos da história da Faculdade, relacionando-os com os acontecimentos históricos vividos pelo país no período. No portal da FEA, haverá um espaço especial destinado a notícias e fatos relacionados às comemorações.

_

Gente da FEA - Março 2016

Autora: Cacilda Luna

Data do Conteúdo: 
segunda-feira, 16 Maio, 2016

Departamento:

Sugira uma notícia