Análise de benefícios causados por carros flex fuel é tema de apresentação

Seminário acadêmico apresentado por professor da FGV relaciona nova tecnologia com aumento de bem-estar

Nesta sexta-feira, o Departamento de Economia da FEAUSP contou com um seminário acadêmico proferido pelo professor Cláudio Lucinda. O paper, intitulado Quantifying benefits of new goods: flex fuel automobiles, foi apresentado pelo docente da Fundação Getúlio Vargas.

Primeiramente o professor contextualizou os carros flex, fazendo uma breve análise da introdução dos automóveis movidos a álcool no Brasil. Falou desde a criação do projeto pró alcool até o desenvolvimento da tecnologia flex fuel.

A partir disso, o professor passou ao ponto que é o principal do paper, a análise dos benefícios do desenvolvimento da tecnologia flex fuel. As análises foram baseadas nos trabalhos de Hicks para uma possível quantificação de bem-estar. As fontes de dados utilizados na pesquisa foram a ANFAVEA, como fonte para os números quantitativos de vendas automobilísticas, e OESP, para o preço médio dos automóveis.

Como conclusão do trabalho até agora, conseguiu-se que houve, de fato, um aumento do bem-estar segundo o método de Hicks. Este aumento foi de aproximadamente mil reais anuais, sendo este número aproximado nos diversos métodos utilizados para a análise econométrica. O professor ainda está pesquisando, aperfeiçoando e inserindo novos pontos no trabalho.

Data do Conteúdo: 
sexta-feira, 25 Setembro, 2009

Departamento:

Sugira uma notícia