Doutorado - Ensaios em economia aplicada

Tipo de evento: 
Defesa
Data e hora: 
15/05/2020 - 09:00 até 12:00

 

Danilo Paula de Souza

Doutorado - Ensaios em economia aplicada

Orientador: Prof. Dr. Mauro Rodrigues Junior

Comissão: Profs. Drs. Marcos Yamada Nakaguma, Breno Ramos Sampaio, Raphael Bottura Corbi e Vladimir Pinheiro Ponczek

Resumo*

Esta tese de doutorado é composta por três artigos que abordam temas não relacionados entre si, mas diretamente ligados a três grandes áreas da pesquisa econômica: crescimento econômico, economia política e economia do trabalho. No primeiro artigo busca-se reconciliar as predições teóricas da literatura de crescimento econômico acerca da relação entre aumento de capital humano e PIB per capita com as evidências empíricas dos últimos 40 anos. O modelo de gerações sobrepostas proposto sugere a existência de um trade-off entre quantidade e qualidade de educação que surge através da escolha ocupacional dos indivíduos. Dessa forma, o impacto positivo de um aumento nos anos de estudo de um país sobre seu estoque de capital humano seria compensado no longo-prazo por uma redução do capital humano médio dos professores. O artigo contribui com uma literatura majoritariamente empírica que encontra na qualidade da educação uma variável relevante para explicar a ausência de correlação entre aumento de anos de estudo e crescimento econômico. O segundo artigo investiga como as estratégias de campanha eleitoral em relação à propaganda negativa são afetadas pelas características da disputa, dos candidatos participantes e das instituições eleitorais. Para entender determinantes e incentivos, constrói-se um modelo estilizado de decisão em relação ao tipo de campanha que prevê maior probabilidade de haver propaganda negativa por parte de um candidato à medida que o suporte inicial do oponente cresce e a competição eleitoral se reduz, além de prever diferenças significativas na probabilidade de ataques entre candidatos que disputam a cadeira em cidades com apenas um turno e em cidades com a possibilidade de dois turnos. As predições do modelo são testadas empiricamente com uma base de dados única de processos judiciais sobre o tipo de propaganda política realizada pelos candidatos nas eleições municipais brasileiras de 2012 e 2016. Os resultados corroboram as predições do modelo e documentam aspectos do processo de decisão dos candidatos políticos em relação à realização de propaganda negativa. O terceiro e último artigo busca documentar a estrutura, o funcionamento e os efeitos da justiça trabalhista brasileira no comportamento das firmas. Estimações de forma reduzida utilizando o universo de processos trabalhistas do maior tribunal do país de 2008 a 2013 mostram que um maior custo trabalhista implica em uma redução da taxa de crescimento do nível de emprego e do salário médio de novos contratados, além de uma redução da probabilidade de sobrevivência das firmas. Constrói-se então um modelo de search-matching, calibrado com os dados brasileiros, com a finalidade de avaliar como o nível de emprego e outras variáveis reagiram às mudanças introduzidas pela Reforma Trabalhista de 2017 ao repassar os custos do processo para a parte perdedora. De maneira similar aos resultados de forma reduzida, a análise de contrafactual mostra que ao reduzir as regulações trabalhistas e os custos esperados com processos trabalhistas, a reforma trabalhista pode ter aumentado o nível de emprego da economia.

*Resumo fornecido pelo autor

Departamento:

Voltar para a página de eventos