Mestrado - Perdas estimadas com créditos de liquidação duvidosa: exposição ao risco e vieses de finalidade nos bancos brasileiros

Tipo de evento: 
Defesa
Data e hora: 
12/01/2021 - 09:00 até 12:00

 

Laura de Natale Salvagnin

Mestrado - Perdas estimadas com créditos de liquidação duvidosa: exposição ao risco e vieses de finalidade nos bancos brasileiros

Orientador: Prof. Dr. Bruno Meirelles Salotti

Comissão: Profs. Drs. Eduardo da Silva Flores, Fernando Caio Galdi e Fernando Chiqueto

Link YouTube: https://youtu.be/dGSlfl7Wecc

Resumo*

Esta pesquisa buscou identificar nos bancos brasileiros os fatores de influência sobre a constituição da conta redutora do ativo Perdas Estimadas com Créditos de Liquidação Duvidosa (PECLD). A adequada estimação dessa conta é fundamental para garantir a solvência de cada instituição financeira e, consequentemente, para a estabilidade de todo o sistema financeiro. Por outro lado, a significativa discricionariedade envolvida em sua constituição a tornam suscetível a servir para objetivos que fogem à sua finalidade essencial. Os fatores de influência já identificados em estudos anteriores e testados nesta pesquisa foram (i) as características da carteira de crédito - representando a finalidade essencial da PECLD de retratar a exposição ao risco de crédito -, (ii) o capital regulatório; (iii) a conjuntura macroeconômica; e (iv) as expectativas de mercado, os três últimos fatores representando vieses de finalidade. A escolha dos métodos quantitativos e das variáveis que pudessem representar adequadamente os fatores de influência basearam-se em modelos já adotados em estudos anteriores e também nos bancos de dados disponíveis, todos de domínio público e disponibilizados pelo Banco Central do Brasil (BCB) e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A amostra principal contém 6.305 observações de 148 instituições financeiras com característica de intermediação financeira, no período de 2001 a 2019. Foi aplicada a esta amostra uma adaptação do modelo utilizado por Bikker e Metzemakers (2005) para identificar fatores de influência sobre a PECLD. Para a construção das variáveis do modelo principal, foram desenvolvidos alguns modelos auxiliares, com destaque para uma adaptação do modelo utilizado por Clair (1992) para identificar uma das características da carteira de crédito, que trata de sua deterioração. Os modelos aplicados às amostras deste estudo mostraram que, no setor bancário brasileiro, a PECLD tem uma tendência mais forte ao desvio de finalidade, em especial ao gerenciamento de resultados, do que propriamente a refletir a exposição ao risco de crédito - sua função essencial - e há evidência de que essa tendência existe desde o momento da categorização de clientes e operações. De modo geral, os resultados verificados corroboram com as previsões de Cavallo e Majnoni (2002) sobre os problemas de agência de difícil solução no que se refere às práticas de provisionamento, devido à ampla liberdade que é concedida aos bancos para a escolha de critérios e métodos internos aplicados ao provisionamento, e de Bikker e Metzemakers (2005) de que a PECLD redutora do ativo atende a objetivos momentâneos e outros interesses que não o da finalidade essencial da PECLD de retratar a exposição ao risco de crédito.

*Fornecido pelo autor

Departamento:

Voltar para a página de eventos