Doutorado - Disclosure e influência social na captação de recursos em organizações sem fins lucrativos

Tipo de evento: 
Defesa
Data e hora: 
27/04/2017 - 09:00 até 14:00

Sayuri Unoki de Azevedo
Doutorado: Disclosure e influência social na captação de recursos em organizações sem fins lucrativos
Orientador: Prof.ª Dr.ª Patrícia Siqueira Varela
Comissão Julgadora: Profs. Drs. Marcus Vinicius Moreira Zittei, Simone Bernardes Voese, Fernando Dal-Ri Murcia e Ana Maria Roux Valentini Coelho Cesar
Local: na sala 215, FEA-5

Resumo

O presente estudo investiga qual o efeito que a divulgação de empresas solidárias apoiadoras e da remuneração de dirigentes de Organizações Sem Fins Lucrativos (OSFL) possui na decisão sobre o volume de contribuição e na propensão de doar futuramente por parte do doador individual. O estudo é consubstanciado em pesquisas desenvolvidas por Balsam e Harris (2014) e de Galle e Walker (2013) que encontraram evidências de que doadores reduzem as contribuições subsequente à divulgação, por parte da OSFL, de alta remuneração do dirigente; e, em pesquisa desenvolvida no Brasil por IDIS e Gallup (2016), que relatam a falta de confiança como um dos principais motivos para que doadores deixem de contribuir para as OSFL. Este estudo pressupõe que, divulgar empresas solidárias apoiadoras da OSFL gera compliance, um dos principais elementos de influência social citado por Cialdini e Trost (1998) sobre o doador, levando-o a perceber a OSFL como monitorada e, com maior confiança de que a organização cumpre a missão social para a qual se destina, reduzindo o efeito adverso ocasionado da divulgação pela própria OSFL de valores elevados de remuneração do dirigente. O procedimento metodológico para coleta de dados ocorreu por meio de um experimento, com 140 participantes estudantes de pós-graduação lato sensu em Ciências Contábeis da Universidade Federal do Paraná. Encontraram-se evidências de que o disclosure voluntário pela OSFL de empresa solidária apoiadora possui efeito positivo significativo na propensão de contribuição futura do doador individual, assim como o disclosure da remuneração do dirigente e da empresa solidária apoiadora, de forma interativa, conduz à maior probabilidade de doação futura pelo doador individual. Esperava-se que a divulgação da empresa solidária apoiadora apenas, ou essa em conjunto com a informação de menor remuneração do dirigente gerassem maiores volumes de contribuições pelo doador, contudo, não foram obtidas evidências empíricas que suportem as referidas hipóteses. Os achados também não confirmaram a hipótese de que, divulgados maiores valores da remuneração do dirigente seriam reduzidos o volume de contribuição e a propensão de doação futura. Os resultados implicam que a divulgação da empresa solidária apoiadora pela OSFL suscita uma resposta por parte do doador em relação à probabilidade de doar futuramente em consonância à comunicação explícita da organização, neste caso a solicitação de doação, possivelmente ocorrendo o compliance como forma de influência social de direcionamento pela figura de autoridade legítima exercida pela empresa solidária apoiadora. Isto ocorre inclusive quando a divulgação é realizada em conjunto com a remuneração do dirigente, indicando a relevância do disclosure voluntário por parte das OSFL na captação de recursos. Desta forma, este estudo amplia os conhecimentos sobre o disclosure voluntário em OSFL, principalmente relacionado à divulgação da empresa solidária apoiadora como fonte de autoridade legítima e do efeito de compliance sobre o doador individual.

Departamento:

Voltar para a página de eventos