Disciplinas

Gestão de Operações Sustentáveis


Disciplina: EAD5961-2

Área de Concentração: 12139

Número de Créditos: 8

Carga do curso:

Teórico
(Por semana)
Prática
(Por semana)
Estudos
(Por semana)
DuraçãoTotal
42412120
Objetivos:
A disciplina tem por objetivo discutir como as operações podem ser geridas de maneira que a
sustentabilidade faça parte de sua estratégia e como (e se) esta questão pode ser uma fonte
de vantagem competitiva. Visa estender o entendimento do sistema de produção e do ciclo
de vida dos produtos/serviços, de modo a incluir as variáveis de perdas, resíduos e outros
impactos ambientais e sociais em sua análise, procurando estabelecer uma teoria da
sustentabilidade em operações.

Justificativa:
Cada vez mais, empresas de diferentes setores, industriais e de serviços, estão mais preocupadas com questões ambientais, sociais, de segurança e saúde em seu negócio. Custos crescentes com energia e matérias primas, pressões advindas de legislações mais restritivas e da sociedade fazem com que as empresas tenham que adotar práticas consideradas sustentáveis, desde o desenvolvimento até o final de vida útil de seu produto.
A Gestão de Operações lida com um conjunto de decisões e ações desde a estratégia de negócio, passando pelo desenvolvimento de produtos, produção e alcançando a gestão da cadeia de suprimentos e logística, que têm impacto ambiental e social de perto acompanhados pela imprensa e outros interessados, obrigando a empresa a encarar a questão da sustentabilidade.
A disciplina procura discutir como as operações podem ser geridas de maneira que a sustentabilidade faça parte de sua estratégia e como (e se) esta questão pode ser uma fonte de vantagem competitiva, estendo o conceito de ciclo de vida de produto e de sistema de produção de modo a incluir a sustentabilidade como parâmetro importante de análise.


Conteúdo:
1. Conceito de Gestão de Operações Sustentáveis
- Textos: Kleindorfer, Singhal, Van Wassenhove (2005)
Walker et. al (2014)
2. Circular Economy
- Texto: Ghisellini et al. (2016)
3. Sustentabilidade e desempenho empresarial
- Texto: Hillman e Keim (2001)
Pujari 2006
4. “Green/sustainable Supply Chain Management”
- Textos: Seuring e Muller (2008) Fahimnia et al (2015) - Leitura Extra: Srivastava (2007)
5. Desenvolvimento de Produtos e Sustentabilidade:
- Texto: Pujari (2006) e Schreiner et al. (2014)
6. Cadeias de Suprimento Fechadas e Logística Reversa
- Textos: Quarigasi-Frota Neto (2010); Govindan et al (2015) Leitura Extra: Tsoufa e Pappis (2005)
7. Princípios de sustentabilidade no desenvolvimento
- Textos: Luttropp and Lagerstedt (2006), Vezzoli Sciama (2006)
8. JIT e práticas ambientais “Lean and Green”
- Texto: Verrier, Rose e Caillaud (2016), Garza-Reyes, J.A.(2015)
9. Ecodesign
Textos: Lofthouse (2006)
10. Licenciamento Ambiental e EIAs de projetos
- Texto: Barbieri (2006)
11. Indicadores e Relatórios de Sustentabilidade
- Textos: Orsato et al (2015), Ferreira e Quilce (2015)
12. Sustentabilidade x Modelos de negócio
- Textos: Ambec et al (2013), Boons et al (2013)


Avaliation methods:
- Participação em aula
- Apresentação de seminários de discussão sobre textos
- Elaboração e apresentação de artigo relativo a um dos temas discutidos, visand

Notas:
.

Bibliografia:
AMBEC, S.; COHENY, M. A.; ELGIEZ, S.;LANOIE, P. The Porter hypothesis at 20: can environmental regulation enhance innovation and competitiveness?. Review of environmental economics and policy, v. 7, n. 1, p. 2-22, 2013.
Barbieri, J. C. (2006). Gestão Empresarial Ambiental- Conceitos, Modelos e Instrumentos. Editora Saraiva. São Paulo. 2006.
BOONS, F., LUDEKE-FEUND, F. Business models for sustainable innovation: state-of- the-art and steps towards a research agenda. J. Clean. Prod., 45 (2013), pp. 9–19.
Fahimnia, B., Sarkis, J.,Davarzani, H. (2015) Green supply chain management: A review and bibliometric analysis. Int. J.Production Economics162, pp.101–114. http://dx.doi.org/10.1016/j.ijpe.2015.01.003
FERREIRA-QUILICE, T.; CALDANA, A. C. (2015) Aspectos negativos no modelo de reporte proposto pela GRI: a opinião das organizações que reportam. Revista de Administração [RAUSP], 50(4), 405-415. 2015.
Garza-Reyes, J.A. (2015) Lean and green: a systematic review of the state of the art literature. Journal of Cleaner Production Vol.102, pp.18 -29
Ghisellini,P., Catalani, C., Ugliati, S. (2016) A review on circular economy: the expected transition to a balancedinterplay of environmental and economic systems. Journal of Cleaner Production. Vol. 114, PP.11-32 http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2015.09.007
Govindan, K., Soleimani, H., Kannan, D., (2015) Reverse logistics and closed-loop supply chain: A comprehensive review to explore the future. European Journal of Operational Research 240 (2015) 603–626: http://dx.doi.org/10.1016/j.ejor.2014.07.012
Hillman, A.T., Keim, G.D. Shareholder Value, Stakeholder Management, and Social Issues: What's the Bottom Line? Strategic Management Journal, Vol. 22, No. 2 (Feb., 2001), pp. 125-139
Kleindorfer, P.R, Singhal, K., Wassenhove L.N.V. Sustainable Operations Management. Production ans Operations Management. Vol.14.Nr.4. Pp.482-492. 2005
Lofthouse, V. (2006) Ecodesign tools for designers: defining the requirements. Journal of Cleaner Production 14 (2006) pp. 1386-1395
Orsato,R.J., Garcia, A. Mendes-Da-Silva,W. Simonetti, R. Monzoni, M. (2015) Sustainability indexes: why join in? A study of the ‘Corporate Sustainability Index (ISE)’ in Brazil Journal of Cleaner Production. Vol. 96 , pp.161-170
Pujari, D. Eco-innovation and new product development: understanding the influences on market performance. Technovation. Nr.26. pp.76-85. 2006
Quariguasi Frota Neto, J., Walther, G., Bloemhof , J., Van Nunen, J.A.E.E & Spengler, T. (2010). From closed-loop to sustainable supply chains: the WEEE case. International Journal of Production Research, 48:15, 4463-4481, http://dx.doi.org/10.1080/00207540902906151
Schreiner, L.C, Morilhas, L. Nascimento, P.T.S. (2014) A evolução das práticas ambientais no desenvolvimento de produtos nas organizações no período de 2007 a 2014. Anais do XVII Semead
Seuring, S., Mueller, M. From a literature review to a conceptual framework for sustainable supply chain management. Journal of Cleaner Production 16 (2008) 1699–1710
Srivastava,S.K.,(2007).Greensupply-chainmanagement:a state of the art literature review.Int.J.Manag.Rev.9,53–80.
Tsoulfas, G.T. e Pappis, C.P. Environmental principles applicable to supply chains design and operation. Journal of Cleaner Production 14 (2006) 1593 – 602
Verrier,B. Rose, B. e Caillaud, E. (2016) Lean and Green strategy: the Lean and Green House and maturity deployment model Journal of Cleaner Production 116, pp. 150-156. http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2015.12.022
Walker Professor Helen, Seuring Professor Stefan, Sarkis Professor Joseph, Klassen Professor Robert, (2014) "Sustainable operations management: recent trends and future directions", International Journal of Operations & Production Management, Vol. 34 Issue: 5, https://doi.org/10.1108/IJOPM-12-2013-0557