Disciplinas

Laboratório de Gestão: estratégias educacionais inovadoras


Disciplina: EAD5870-8

Área de Concentração: 12139

Número de Créditos: 8

Carga do curso:

Teórico
(Por semana)
Prática
(Por semana)
Estudos
(Por semana)
DuraçãoTotal
42215120
Objetivos:
PROBLEMA EDUCACIONAL:
A formação em Ciências Sociais Aplicadas continua fragmentada em disciplinas e linhas de pesquisa que parecem não conversar entre si, dificultando as práticas interdisciplinares, multidisciplinares e transdisciplinares. Constroem-se na mente de docentes, estudantes e pesquisadores modelos mentais estáticos, sem aderência ao dinamismo da sociedade do conhecimento.

OBJETIVOS:
Propiciar aos participantes, em grupos e individualmente, aprendizagem por meio da ‘prática conceitual’ das Ciências Sociais Aplicadas, preparando-os para a gestão, a docência e a pesquisa, segundo as abordagens interdisciplinar, multidisciplinar e transdisciplinar.
Com a ajuda de um artefato educacional - simulador organizacional GERAL com 6 áreas funcionais declaradas - cria-se um ambiente educacional sistêmico e dinâmico. Neste micromundo de complexidade variável são tomadas decisões em jogos competitivos e colaborativos (nas perspectivas econômica, estratégica e organizacional). Além da aprendizagem vivencial propiciada pelas práticas laboratoriais, as escolhas geram resultados que documentam os dados primários para as pesquisas teórico-empíricas.
Atuando em diferentes papéis, todo participante aprende de maneira vivencial:
a) Como gestor: estudando um caso organizacional, tomando decisões econômicas e estratégicas (sob incerteza, sob informação incompleta e sujeitos a vieses cognitivos);
b) Como docente: criando intervenções em jogos de empresas contextualizados (regidos por quadros teóricos de seu próprio interesse de pesquisa)
c) Como pesquisador: explorando os dados primários advindos dos diversos jogos de empresas em pesquisas teórico-empíricas, qualitativas e quantitativas, conduzidas no contexto laboratorial e alinhadas ao seu interesse de investigação.

Justificativa:
As teorias de Administração no PPGA estão agrupadas em sete áreas de conhecimento (Administração Geral, Marketing, Produção, Pessoas, Métodos quantitativos e informática e Economia das Organizações). As disciplinas de conteúdo, conceitual ou metodológico, adotam, com frequência, estratégias de ensino-aprendizagem que enfatizam assimilação (memorização) e compreensão (associação) das teorias, conceitos, modelos e técnicas. Faltam em sala de aula atividades de aplicação, análise e avaliação que permitam ao estudante (docente e pesquisador) criar novos significados ao conhecimento memorizado. Nesta disciplina todo participante pratica conceitos para aprender, em ambiente protegido.

Conteúdo:
Durante 15 semanas as atividades semipresenciais serão divididas em três fases distintas, para a formação de gestores, docentes e pesquisadores. Serão apoiadas por uma plataforma de tecnologia MOODLE que viabiliza o processo semipresencial de aprendizagem vivencial, a inclusão de intervenções docentes e a produção de pesquisas teórico-empíricas.

CONCEPTUAL FRAMEWORK of this COURSE

Bloom’s Taxonomy of learning and the Management Laboratory: the cognitive domain

Levels of complexity Bloom et al. (1956)
Substantives Bloom et al. (2000)
Verbs Management Laboratory activities
(Sauaia, 2013, p. XXIV)
6. Higher Evaluation Creating 6. Writing applied research (final paper)
5 Synthesis Evaluating 5. Discussing results based on theories
4 Analysis Analyzing 4. Observing results: planned x actual
3 Application Applying 3. Making decisions under uncertainty
2 Comprehension Understanding 2. Dynamics of 6 managerial functions
1. Lower Knowledge Remembering 1. Economic rules of simulator



FASE 1: Assimilando e compreendendo os processos de gestão através da prática gerencial.
Duração: 4 semanas (jogo 1)

Jogos econômicos de complexidade variável serão conduzidos pelo professor durante 4 ciclos de decisão com a finalidade de construir, nos GRUPOS de participantes, repertório nas 6 áreas funcionais do modelo geral adotado: planejamento, marketing, produção, pessoas, finanças e presidência. A leitura dos capítulos da parte 1 do livro-texto dará acesso às regras econômicas do simulador geral. A leitura da parte 2 ampliará o repertório por meio dos casos relatados por estudantes que participaram de vivências educacionais precedentes.

a) Apresentando as regras econômicas do simulador geral; rodada-teste; discussão.
b) Formulando as estratégias empresariais: Plano em 4 etapas (para 1 ano);
c) Implementando as estratégias empresariais: tomada de decisões sequenciais;
d) Controlando os resultados: análise de resultados e discussão à luz das teorias;
e) Seminário de melhores (piores) práticas: explicando o inexplicável e aprendendo;
f) Consolidando a base de dados primários gerados no jogo 1.

Alguns temas de microeconomia que permeiam o contexto de aprendizagem: Jogos de Cournot; Jogos de Bertrand; Jogos com diferenciação; Jogos de Cournot e Bertrand

FASE II: Analisando e avaliando criticamente os processos de gestão, com base nos quadros teóricos. Planejando e conduzindo jogos educacionais em temas de interesse individual.
Duração: 6 semanas (jogo 2)

Jogos econômicos de complexidade variável serão conduzidos pelo professor com a intervenção dos GRUPOS de participantes durante os ciclos de decisão. Desta forma serão gerados incidentes críticos no processo decisório para explorar temas de interesse dos participantes nas perspectivas mercadológica, operacional e financeira. Além da prática conceitual, tais intervenções poderão estimular a criação de projetos de inovação organizacional.

g) Formulando as estratégias empresariais: Plano em 4 etapas (para 1 ano);
h) Implementando as estratégias empresariais: tomada de decisões sequenciais;
i) Controlando os resultados: análise de resultados e discussão à luz das teorias;
j) Seminário de melhores (piores) práticas: explicando o inexplicável e aprendendo;
k) Criando inovação nas perspectivas mercadológica, operacional e financeira;
l) Consolidando a base de dados primários com os relatórios do jogo 2.

FASE III: Criando conhecimento de autoria na forma de um artigo científico. Refinando a escolha do problema de pesquisa no tema de interesse individual, coletando dados primários adicionais nos jogos educacionais e redigindo um artigo científico para publicação.
Duração: 5 semanas (jogo 3)

Jogos econômicos de complexidade variável serão conduzidos pelo professor e gerenciados individualmente pelos participantes com a finalidade explorarem temas de interesse pessoal e gerarem dados primários adicionais para a produção da pesquisa teórico-empírica.

m) Formulando as estratégias empresariais: Plano em 4 etapas (para 2 anos);
n) Implementando as estratégias empresariais: tomada de decisões sequenciais;
o) Controlando os resultados: análise de resultados e discussão à luz das teorias;
p) Seminário de melhores (piores) práticas: explicando o inexplicável e aprendendo;
q) Consolidando a base de dados primários com os relatórios do jogo 3;
r) Finalizando a pesquisa, apresentando e entregando a versão final para publicação.

Avaliation methods:
O participante pratica seus conhecimentos e desconhecimentos, analisa os resultados e os discute com base nas teorias, para criar valor a sua empresa laboratori

Notas:
A cada nova edição ANUAL esta disciplina poderá incorporar temas emergentes de interesse geral para as Ciências Sociais Aplicadas, que reflitam as preocupações da ‘sociedade do conhecimento’, no momento de sua condução

Bibliografia:
1. Bibliografia básica funcional indicada nas demais disciplinas de conteúdo do PPGA:
Ex: Planejamento (Almeida; Fischmann); Inteligência competitiva (Prahalad); Marketing (Kotler); Produção (Slack); RH (Robins); Finanças (Gitman; Ross); Contabilidade (Iudícibus; Martins); Competição pelo futuro (Hamel e Prahalad); Aprendizagem organizacional (Kolb; Senge); Estratégia (Porter); Economia da estratégia (Besanko et alii). Gestão da estratégia: BSC (Kaplan e Norton). Gestão do conhecimento (Nonaka e Takeushi).
2. Biblioteca BKL (30 anos de pesquisas em CD ROM) – Biblioteca FEA/USP/SP (www.absel.org)
3. BOSCH-DOMÈNECH, Antoni; VRIEND, Nicolaas J. The classical experiments on Cournot oligopoly. in: PLOTT, Charles; SMITH, Vernon. Handbook of Experimental Economics Results, v. 1, p. 146-152, 2008.
4. DAVIS, Douglas D; HOLT, Charles. Experimental economics. Princeton university press, 1993.
5. DAVIS, Douglas. Behavioral convergence properties of Cournot and Bertrand markets: An experimental analysis. Journal of Economic Behavior & Organization, v. 80, n. 3, p. 443-458, 2011.
6. FIANI, R. Teoria dos jogos: com aplicações em Economia, Administração e Ciências Sociais. 2. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2009.
7. HOLT, Charles A. Markets, games, and strategic behavior: recipes for interactive learning. Pearson Addison Wesley, 2006.
8. MOODLE/STOA: http://disciplinas.stoa.usp.br/
9. Normas para publicação: Padrão ABNT; Padrão APA – American Psychological Association.
10. Portal SimuLab (www.simulab.com.br/ead)
11. SAUAIA, A. C. A. Monografia Visual. Anais do 10º. SEMEAD – Seminários em Administração. Volume 10, Agosto, 2007. PPGA/FEA/USP/SP.
12. SAUAIA, A.C.A. Laboratório de Gestão: simulador organizacional, jogo de empresas e pesquisa aplicada. 3ª. Edição. Barueri: SP, Manole, 2013.
13. SMITH, Vernon L. Microeconomic systems as an experimental science. The American Economic Review, v. 72, n. 5, p. 923-955, 1982.