Disciplinas

Mercados de Capitais


Disciplina: EAD5764-7

Área de Concentração: 12139

Número de Créditos: 8

Carga do curso:

Teórico
(Por semana)
Prática
(Por semana)
Estudos
(Por semana)
DuraçãoTotal
42215120
Objetivos:
Propiciar aos alunos os conceitos fundamentais do Sistema Financeiro e do
Mercado de Capitais, entendimento de seus componentes e micro-estrutura e aprofundamento sobre as características do mercado brasileiro e as transformações que foram e vêm sendo introduzidas.

A expectativa é que os alunos reflitam quanto aos conceitos abordados e, para isso, serão exigidas leituras básicas de acompanhamento da disciplina e realização de trabalhos.

Justificativa:
Fundamenta-se no pressuposto de que o curso de pós-graduação Stricto Sensu não deve ser considerado recapitulação do curso de graduação e sim um período de intenso questionamento e reflexão sobre os pontos a serem abordados.

O curso será desenvolvido procurando capacitar os alunos a conhecerem e compreenderem os aspectos teóricos do mercado de capitais, convidando-os a refletirem sobre esses aspectos. Para tanto, o professor atuará como facilitador e orientador dos alunos, mediante a exposição da matéria e discussões extraclasse.

Assim, as aulas serão mistas, iniciando-se com a exposição do assunto pelo professor e, na seqüência, será apresentado seminário por um aluno, previamente agendado.
Em seguida, serão realizados debates envolvendo os demais participantes.

Conteúdo:
Aula Conteúdo / Bibliografia
01 Introdução e Apresentação do curso
Perspectivas do S.F.N. face a C.F./88

02 Instituições financeiras: Definição legal e econômica da estrutura atual do Sistema Financeiro Nacional e principais instituições
Leituras recomendadas
1- BACEN, Composição e Evolução do Sistema Financeiro Nacional. Disponível em:
http://www.bcb.gov.br/?SFNCOMP
2 – Introdução ao mercado de capitais: BM&FBovespa. Disponível em: http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/a-bmfbovespa/download/merccap.pdf

03 Política monetária: indexadores financeiros de preços, juros e moedas
Leituras recomendadas
1-BACEN, Ata da última reunião do Copom
2-BACEN, Índices Econômicos Consolidados
http://www.bcb.gov.br/?INDECO

04 Renda fixa
Leituras recomendadas
1-BACEN, Títulos de Dívida Pública Federal (SELIC):Principais Características. Disponível em:
http://www3.bcb.gov.br/selic/doc/CaracteristicaTitulos.pdf
2-Jose Vicente and Benjamin M. Tabak. Forecasting Bonds Yields in the Brazilian Fixed Income
Market.Working Paper 141 (Banco Central do Brasil), 2007

Outras fontes de consulta
3 - Guia de investimentos da Anbid: Como Investir ? Disponível em
http://www.comoinvestir.com.br/boletins-e-publicacoes/guia-de-investidores/Paginas/default.aspx
4 – Tesouro direto. Disponível em: http://www.tesouro.fazenda.gov.br/tesouro_direto/
5 – Fundos de investimento: CVM. Disponível em http://www.cvm.gov.br/port/protinv/Caderno3.pdf




Aula Conteúdo / Bibliografia
05 Renda variável: mercado acionário, mercado primário,
IPO, SOX
Leituras recomendadas
1- Narjess Boubakri; Jean-Claude Cosset; Anis Samet. The choice of ADRs. HEC Montreal
Working Paper, 2007.
2- Abner de Pinho N Freitas; José Roberto F Savoia; Alessandra de Ávila Montini. The aftermarket performance of initial public offerings: the Brazilian experience. Latin American Business Review (Binghamton), 2007.

Outras fontes de consulta
3- Nadja Guenster; Erik Kole; Ben Jacobsen. Riding Bubbles. Proceedings from Finance
International Meeting AFFI-EUROFIDAI, Paris, December 2007. Available at:
http://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=1071670
4 – Formas de negociação no mercado de ações da BM&Fbovespa. Disponível em: http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/mercados/acoes/formas-de-negociacao/mercado-a-vista/mercado-a-vista.aspx?Idioma=pt-br
5 - PETERS, Marcos. Implantando e gerenciando a lei Sarbanes Oxley: governança corporativa agregando valor aos negócios. São Paulo: Atlas, 2007
6 - BORGETH, Vania Maria da Costa. SOX: entendendo a lei Sarbannes-Oxley.Thomson Pioneira, 2007

06 Debêntures e commercial papers
Leituras recomendadas
1- Eduardo V Paiva ,Jose Roberto F Savoia;. Preço de emissão primária de debênture no Brasil:
2000-2004. In: 6º Encontro da Sociedade Brasileira de Finanças, 2006, Vitória/ES, 2006.

Outras fontes de consulta
2 – Guia de debêntures: Bovespa Fix. Disponível em: http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/a-bmfbovespa/download/GuiaDebenturesBF.pdf
3 – O que são debêntures: Sistema nacional de debêntures. Disponível em: http://www.debentures.com.br/downloads/textostecnicos/cartilha_debentures.pdf



Aula Conteúdo / Bibliografia
07 Derivativos e opções
Leituras recomendadas
1-Antonio Z Sanvicente and Rogério Monteiro. Guerra entre Comprados e Vendidos no Mercado
de Opções de Compra da Bolsa de Valores de São Paulo.Financelab Working Paper 01/2002
(IBMEC)
2 – O que é o mercado de derivativos: BM&FBovespa. Disponível em: http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/educacional/download/serie-introdutoria_mercados-derivativos.pdf

Outras fontes de consulta
3 - Mercados de derivativos na BM&FBovespa s.a.- bolsa de valores, mercadorias e futuros: CVM. Disponível em: http://www.cvm.gov.br/port/protinv/caderno9.pdf

08 Derivativos e mercado futuro
Leituras recomendadas
1-Fernando N Oliveira and Walter Novaes. Demand for Foreign Exchange Derivatives in Brazil:
Hedge or Speculation. Working Paper 152 (Banco Central do Brasil), 2007

Outras fontes de consulta
2-Eduardo F Neves. O mercado de Derivativos de Câmbio e sua importância na manutenção da
política cambial, no período de 2000/2004. Revista Múltipla, Brasília 10(20), pp.121-145, Junho
de 2006
3 – O mercado de carbono: BM&FBovespa. Disponível em: http://www.bmf.com.br/bmfbovespa/pages/mbre/download/Carbono_100407_pt.pdf?Idioma=pt-br
4 – O mercado de carbono: IBRI. Disponível em http://www.ibri.org.br/download/publicacoes/IBRI_Caderno_1.pdf



Aula
Conteúdo / Bibliografia
09 Ambiente macroeconômico e institucional, regulamentação, tributação e auto-regulamentação
Leituras recomendadas
1- Augusto de la Torre; Juan Carlos Gozzi; Sergio L. Schmukler. Stock market
development under globalization: Whither the gains from reforms? Journal of Banking &
Finance, 31 (2007) 1731–1754
2- Joanílio R Teixeira and Maria de Lourdes R. Mollo. Macrodynamic Capacity and Financial
Development: Theoretical Conception and Observations on the Brazilian Economy. Texto para
Discussão 325. Universidade de Brasília. Departamento de Economia, 2006
Outras fontes de consulta
3 - Modelos de autorregulação no mercado de capitais e Novas tendências da supervisão no mercado de capitais: Anbid. Disponível em: http://www.anbid.com.br/institucional/CalandraRedirect/?temp=5&proj=ANBID&pub=T&comp=sec_BIBLIOTECA&db=CalSQL2000&docid=9415541F738695CB832574FF00757CA1
4 – Código de auto-regulação da Anbid para as ofertas públicas de distribuição e aquisição de valores mobiliários. Disponível em http://www.anbid.com.br/auto_regulacao_downloads/mercado_capitais/novo_codigo_mc.pdf
5 - Manual Abrasca de Controle e Divulgação de
Informações Relevantes: Abrasca. Disponível em: http://www.abrasca.org.br/download/Manual_Abrasca.pdf

10 O Desafio da Regulação Financeira – Palestra e Debates com Reguladores do Mercado Brasileiro – CVM e Bacen
11 A Crise e os seus desdobramentos no mundo – Palestra e Debates com representantes de diferentes linhas de pensamento
12 Internacionalização do Mercado de Capitais

1- Philip R. Lane; Gian Maria Milesi-Ferrett. The external wealth of nations mark II: Revised and extended estimates of foreign assets and liabilities, 1970–2004. Journal of International Economics 73 (2007) 223–250

2- Chiou, W.J.P. Who benefits more from international diversification? Journal of International Financial Markets, Institutions & Money (2007), doi:10.1016/j.intfin.2007.07.002

3- Thomas I. Palley Financialization: What It Is and Why It Matters.The Levy Economics Institute And Economics for Democratic and Open Societies Washington, D.C. December 2007

13 Apresentação dos trabalhos + entrega da lista de exercícios

14 Apresentação dos trabalhos + correção da lista de exercícios

15 Prova

Avaliation methods:
Vide campo OBSERVAÇÃO

Notas:
Pré-requisitos:
Conceitos básicos de microeconomia, contabilidade, estatística, e fluência na leitura do idioma inglês.

Recursos Didáticos:

Os alunos receberão, no início do curso, a relação de artigos e capítulos de livros que estão à disposição na sala de reprodução, ou em arquivo eletrônico. As exposições do professor serão ilustradas com dispositivos audiovisuais. Alguns temas serão poderão ser desenvolvidos por convidados. Haverá também seminários apresentados pelos alunos e a realização de um trabalho final.

Os alunos serão avaliados tendo por base:

• participação em aula (10%)
• prova final (40%)
• artigo (20%)
• paper prof. Fishlow (20%)
• lista de exercícios (10%)

a. participação nas aulas

• O aluno deverá efetuar leitura prévia do material previsto para a aula, a fim de participar e contribuir nas discussões.
• A cada aula um aluno irá apresentar um seminário acerca do tema da aula.
• O seminário deverá ser apresentado de forma interpretativa com exposição similar a uma aula, evitando-se a mera tradução do texto, repetições de matérias superpostas e leitura de transparências.

b. artigo

O trabalho de conclusão deve ser resultado de uma pesquisa que se concretizará num artigo com potencial para ser publicado em periódico indexado. As etapas e datas de elaboração do artigo são:


Etapas Conteúdo Data de entrega
1. Definição do tema de pesquisa (Word) Questão de pesquisa Aula 3:
2. Entrega do projeto (Word) Questão de pesquisa, objetivo, metodologia e bibliografia Aula 9:
3. Entrega (Word) e apresentação (Power point) da 1ª versão do artigo em sala de aula Itens 1 a 7 Aula 12:
4. Entrega da versão final (Word) Itens 1 a 7 Primeira semana do mês de agosto

Os ensaios e o trabalho de conclusão devem seguir o formalismo acadêmico. Assim, está à disposição dos participantes do curso o texto: "Redação de Documentos Acadêmicos: Conteúdo e Forma", do Prof. Fauze Najib Mattar e outros, publicado no Caderno de Pesquisas em Administração, São Paulo, v. 1, n. 3, p. 31-66, 2 sem/96.
É sugerida também a leitura do texto “Manual do mestrando e doutorando da FEA (Manual para formatação e edição de dissertações e teses)”, trabalho coordenado pelo Prof. Dr. Gilberto de Andrade Martins, disponível no site da CPGA.
Recomenda-se que os textos, na medida do possível, tenham a seguinte estrutura:

Título

1. Introdução
1.1 Apresentação do assunto e justificativa
1.2 Problemas e/ou hipóteses
1.3 Objetivo
2. Fundamentação teórica
3. Metodologia
4. Desenvolvimento ou raciocínio central
5. Análise dos resultados
6. Considerações finais
7. Bibliografia

Bibliografia:
Vide campo CONTEÚDO