Mestrado em Empreendedorismo - Internal Lean Startup: a utilização de Startup Interna como ferramenta de desenvolvimento de produtos e inovação em empresas com operação no Brasil

Tipo de evento: 
Defesa
Data e hora: 
07/10/2019 - 14:00 até 17:00

Anthony Graça Moreira

Mestrado em Empreendedorismo - Internal Lean Startup: a utilização de Startup Interna como ferramenta de desenvolvimento de produtos e inovação em empresas com operação no Brasil

Orientador: Prof. Dr. Alvair Silveira Torres Junior

Comissão:  Profs. Drs. Marcelo Caldeira Pedroso, André Leme Fleury e Edson Ricardo Barbero

Local: Sala 217,  FEA-5

Resumo*

Adaptar-se às exigências dos consumidores e às novas tendências de mercado são condições sine qua non para a perenidade das grandes corporações. Por outro lado, a burocracia e a rigidez hierárquica praticadas na maioria das organizações, somadas à impossibilidade do erro, via de regra, acabam por inibir o processo de inovação. Diante desse cenário, na última década, ganhou relevância a abordagem da startup enxuta que propõe que tanto novos empreendimentos quanto grandes corporações devem buscar formas ágeis de capturar valor de seus clientes através de ciclos curtos de desenvolvimento de produtos e aprendizagem validada. A forma pela qual algumas grandes empresas têm utilizado os conceitos propostos nessa abordagem se dá por meio da criação de estruturas semi-independentes dentro da corporação chamadas de startups internas. Dada a relevância e a contemporaneidade dessa temática, o presente estudo tem como objetivos investigar através de uma revisão sistemática como a literatura de administração e inovação tem abordado o fenômeno das startups internas, além de identificar aprendizados e lacunas deixadas pelos principais autores dessa temática e realizar uma pesquisa exploratória para identificar como os elementos que caracterizam uma startup interna podem contribuir para a inovação nas empresas. Os resultados obtidos na revisão sistemática da literatura indicam um pioneirismo da indústria de software na utilização dessa ferramenta e evidenciam uma tendência na utilização dos princípios da startup enxuta para alicerçar o funcionamento da startup interna, além de indicar também uma lacuna dos estudos analisados no que diz respeito aos impactos financeiros e culturais da utilização das startups internas como ferramenta de inovação. A pesquisa exploratória realizada indicou que as estruturas de startups internas na amostra analisada contribuem para uma maior agilidade no processo de desenvolvimento de produtos e serviços, respondendo mais rapidamente às demandas dos consumidores, em comparação com a empresa mãe, além de trazer contribuições positivas para as empresas analisadas, tanto no âmbito financeiro quanto no cultural. Por fim, a contribuição do presente estudo se dá por evidenciar quais os principais autores e trabalhos realizados acerca da temática das startups internas, clarificar as principais tendências e lacunas deixadas pela literatura acerca da utilização dessa ferramenta, evidenciar como empresas brasileiras têm utilizado essa ferramenta (apontando os seus principais aspectos positivos/negativos e lições aprendidas), além de corroborar futuros estudos que abordem essa temática. 

*Resumo fornecido pelo autor

Departamento:

Voltar para a página de eventos