Doutorado - A construção do significado de impacto nos discursos acadêmicos e profissionais

Tipo de evento: 
Defesa
Data e hora: 
20/05/2019 - 13:00 até 16:00

 

Nadir Raquel Cunha França  

Doutorado - A construção do significado de impacto nos discursos acadêmicos e profissionais  

Orientadora:  Profª. Drª. Graziella Maria Comini  

Comissão:  Profs. Drs. Rosa Maria Fischer, Marlei Pozzebon e Edson Sadao Iizuka

Local: Sala 217, FEA-5

Resumo*

Impacto social tem moldado os debates e apoiando a tomada de decisões em muitos segmentos da sociedade. Desde agendas de pesquisa acadêmica até às missões das corporações, impacto social é colocado como centro de interesse. Apesar da relevância, pouco se conhece sobre as abordagens conceituais e paradigmáticas da agenda de pesquisas acadêmicas sobre impacto social, bem como sobre como acadêmicos e profissionais constroem entendimentos de impacto social. Esta tese preenche essa lacuna em três estágios: primeiro, caracterizando a agenda de pesquisa acadêmica sobre o impacto social ao longo dos anos e construindo um retrato de sua orientação paradigmática; segundo, estudando o discurso acadêmico para compreender como a comunidade acadêmica constrói significados de impacto social; terceiro, analisando o discurso de atores do ecossistema de finanças sociais brasileiro para desvendar seus processos de significação do impacto social, bem como os efeitos desses significados em suas práticas. Para caracterizar a agenda de pesquisa acadêmica sobre impacto social, eu utilizo técnicas bibliométricas e revisão estruturada da literatura. Eu mostro que a pesquisa sobre impacto social está se expandindo rapidamente e integra insights de diferentes áreas de pesquisa. Além de seu traço interdisciplinar, a pesquisa de impacto social é majoritariamente de natureza positivista, especialmente interessada em avaliação. Esses resultados informam como a pesquisa de impacto social pode avançar e propõe lentes de pesquisa mais interpretativas para complementar os estudos positivistas e aumentar o potencial de integração do conhecimento científico na tomada de decisão. Como um primeiro passo para preencher a lacuna de estudos interpretativos sobre impacto social, eu analiso o discurso da literatura acadêmica sobre impacto social. Para tanto, aplico as lentes do construtivismo social e da Sociologia do Conhecimento Aplicada do Discurso (SKAD). A análise mostra que, pelo menos, três classificações diferentes de impacto social emergem da construção discursiva acadêmica: o impacto social como uma força dinâmica; impacto social como efeito colateral do desenvolvimento; e impacto social como uma métrica de desempenho. Além de algumas diferenças esperadas em diferentes campos de pesquisa, também observo regularidades: o impacto social é percebido como mensurável, multifacetado e dependente de interação. Finalmente, essas regularidades descobertas, particularmente em trabalhos relacionados ao empreendedorismo social que constroem o impacto social como uma métrica de desempenho, colocam o impacto social como o conceito-chave que conecta os atores nesse cenário. Assim, eu também aplico as lentes do construtivismo social e SKAD para entender como se dá a construção do impacto social por investidores de impacto e empreendedores sociais brasileiros. Em resumo, percebo que as diferenças no processo de construção de significado de impacto social influenciam a maneira como os problemas sociais são compreendidos, bem como a concepção de soluções e, consequentemente, as métricas para avaliar tais soluções. Além disso, observo como os diferentes significados do impacto social modelam as relações entre investidor e investido. Esta tese conclui com orientações sobre como futuros pesquisadores, investidores de impacto social e empreendedores sociais podem se beneficiar dos aspectos descobertos através da análise de seus discursos.

*Resumo fornecido pelo autor

Departamento:

Voltar para a página de eventos