Doutorado - Blended learning com jogos de empresas para desenvolver soft skills na educação executiva e gerencial: um quase-experimento

Tipo de evento: 
Defesa
Data e hora: 
19/06/2020 - 15:00 até 18:00

 

Sheila Serafim Da Silva

Doutorado - Blended learning com jogos de empresas para desenvolver soft skills na educação executiva e gerencial: um quase-experimento

Orientadora: Profª Drª Renata Giovinazzo Spers

Comissão: Profs. Drs. Paulo Roberto Feldmann, Murilo Alvarenga Oliveira e Marco Antônio Silva 

Link youtube: https://youtu.be/ao6hftiIe3A 

Resumo*

As tecnologias que sustentam a quarta revolução industrial estão causando um grande impacto nos negócios. Com a inteligência artificial, os papéis e as responsabilidades nas organizações estão sendo redefinidos. Com isso, as habilidades comportamentais ou soft skills tornaram-se cruciais nas organizações. Por um lado, as empresas demandam profissionais com habilidades comportamentais, além das técnicas. Por outro lado, as escolas de negócios são desafiadas a encontrar os métodos mais adequados para criar ambientes de prática e estimular o desenvolvimento dessas habilidades e preparar os profissionais para atuar nas organizações. A partir disso, este estudo teve como objetivo analisar as contribuições de um modelo de aprendizado híbrido – tendência global na educação – com metodologias ativas, especificamente, jogo de empresas (JE), para desenvolver soft skills na educação executiva e gerencial. Para isso, fez-se um quase-experimento em blocos cruzados por meio do qual foi possível verificar: (i) o alinhamento entre as soft skills consideradas as mais importantes para o mercado e as soft skills desenvolvidas no JE; (ii) a relação entre o perfil dos participantes e o desenvolvimento de soft skills no JE; (iii) as diferenças entre as soft skills desenvolvidas online e presencialmente e a relação delas com a modalidade. Por meio de métodos mistos, este estudo combinou a modelagem de equações estruturais com análise fatorial, análise de trajetória, regressões e análises de variância com os resultados de uma análise categorial-temática. Coletaram-se dados antes, durante e ao final do JE com estudantes de uma escola de negócios brasileira e de uma universidade pública espanhola e, neles, os participantes por meio de auto relato e avaliação por pares indicaram as soft skills desenvolvidas no JE. Os resultados indicaram que as soft skills desenvolvidas no JE estão alinhadas com as soft skills consideradas as mais importantes para o mercado; evidenciou que o JE é ainda mais eficaz para desenvolver habilidades com participantes que possuem menos experiência laboral e teve o seu potencial reforçado como estratégia de aprendizagem para desenvolver habilidades comportamentais em executivos, gerentes e educandos em gestão e negócios. A principal contribuição desse estudo foi que independentemente da modalidade, online ou presencial, os participantes desenvolveram em níveis elevados todas as soft skills analisadas. O estudo sugeriu recomendações aos profissionais, pesquisadores e as escolas de gestão e negócios e como diferentes programas podem criar ambientes de prática para estimular o desenvolvimento de soft skills por meio de um modelo de aprendizado híbrido com jogos de empresas.

*Resumo fornecido pelo fornecedor

Departamento:

Voltar para a página de eventos